Origens do Zodíaco Chinês

Os antigos astrônomos chineses chamavam os cinco planetas principais pelos nomes dos elementos; eles estavam associados com: Vênus ao Metal (ouro); Júpiter à Madeira; Mercúrio à Água; Marte ao Fogo e Saturno à Terra. De acordo com a Astrologia chinesa, diz-se que a posição destes planetas, junto com as posições do Sol, Lua, eventuais cometas no céu, bem como o momento do nascimento (horário) e o signo zodiacal podem determinar os traços da personalidade e o destino de uma pessoa.

Um laborioso sistema para computar a sorte e o destino de alguém baseado em sua data e hora de nascimento (conhecido como 紫微斗數 zǐwēidǒushù) é usado ainda regularmente na Astrologia chinesa contemporânea para prever a sorte de uma pessoa. As vinte e oito constelações chinesas(宿 xìu) são bastante diferentes das oitenta e oito constelações ocidentais. Por exemplo, a Ursa Maior é conhecida como 斗 dǒu; o cinturão de Órion é conhecida como 參 shen, ou o trio de semi-deuses “Felicidade, Fortuna, Longevidade”.

As sete constelações setentrionais são denominadas xúanwǔ (玄武). Xuan Wu é também conhecido como o espírito do céu setentrional ou o espírito da Água na crença Taoísta.

Os 12 animais (signos) do zodíaco (生肖 shengxiao) são, pela ordem, o Rato, Boi, Tigre, Coelho, Dragão, Serpente, Cavalo, Cabra, Macaco, Galo,Cachorro, e Porco. Existem muitas lendas para explicar a origem do zodíaco. Uma das mais populares, de forma resumida, diz o seguinte:

Foi confiada ao rato a tarefa de convidar os animais para que se apresentassem ao Imperador de Jade para um banquete, onde seriam escolhidos os signos do zodíaco. O gato era um bom amigo do rato, mas o rato enganou-o, fazendo com que acreditasse que o banquete seria no dia seguinte. O gato dormiu enquanto o banquete era realizado, imaginando que só ocorreria no dia seguinte. Quando descobriu a verdade, prometeu ser o inimigo natural do rato pelas eras a partir dali.

Uma variação desta lenda descreve o Imperador de Jade preparando um grande banquete em seu palácio; o gato não ouviu a proclamação inicial e então o rato lhe contou que iria haver uma festa real, mas em vez de dizer a data correta, informou que se realizaria no dia seguinte. A todos os animais que lá chegaram naquela noite, foi garantido um lugar especial como animal do zodíaco – o gato só apareceu no dia seguinte, apenas para descobrir que o banquete já havia terminado.